DRYTOWET-AMC

4.

Estratégias de pesquisas, subgrupos e inter-realções

Uma componente de modelagem do sistema físico associada a simulações numéricas será tanto o elemento integrador das diversas plataformas de cole-tas de dados quanto o meio de testar hipóteses referentes às questões científi-cas. As diversas atividades serão realizadas por 8 subgrupos com fortes interli-gações. Os subgrupos, e seus respectivos coordenadores estão na Tabela 1:

 
Subgrupo
Coordenador
Instituição
SG1.
Processos de solo, vegetação e interação da super-fície com a atmosfera.
Antônio O. Manzi
CPTEC/INPE
SG2.
Efeitos de aerossóis na transf. radiativa na atm.
Artêmio Plana-Fattori
IAG/USP
SG3.
Evolução da camada limite planetária na transição da estação seca para a chuvosa.
Gilberto F. Fisch
IAE/CTA
SG4.
Características espaciais e temporais da convecção e processos termodinâmicos associados.
Luís A. T. Machado
IAE/CTA
SG5.
Processos dinâmicos e microfísicos da convecção e o efeito dos aerossóis.
Maria A. F. Silva Dias
IAG/USP
SG6.
Intercâmbios de massas de ar e influências na pre-cipitação na grande escala na est. de transição
José Marengo Orsini
CPTEC/INPE
SG7.
Teleconexões atmosféricas na est. de transição.
Tércio Ambrizzi
IAG/USP
SG8.
Modelagem do sistema físico integrado.
Pedro L. Silva Dias
IAG/USP

Tabela 1 - Subgrupos de atividades e seus respectivos coordenadores e instituições.

 

<< VOLTAR
3. Campanha DRYTOWET-AMC/LBA