CIRSAN-LBA

4. Resultados e Impactos esperados


     Como resultado deste experimento de campo espera-se contar com uma ferramenta de modelagem numérica calibrada para permitir inferir a partir dos diversos cenários de uso da terra na Amazônia e seu impacto no clima. Essa contribuição faz parte dos objetivos finais do LBA.

     Os dados coletados farão parte de um banco de dados comum a todos os pesquisadores envolvidos, o LBA-DIS (portais http://www.cptec.inpe.br/lba/ e http://beija-flor.ornl.gov/servlet/lbaeco/), e se constituirão numa base de dados para pesquisas que vão além daquelas aqui propostas devendo ser utilizadas por muitos anos. Isso tem ocorrido com os dados de campanhas executadas no passado (por exemplo: ABLE, ABRACOS, RBLE, SCAR-B, entre outros - vide portal http://www.cptec.inpe.br/lba/prelba/prelba.html). Os dados deste experimento de campo já estão disponíveis nesta página.

     Pretende-se produzir várias publicações a respeitos dos resultados em função das parcerias que tornam a presente proposta exequível. A priori, podemos listar os seguintes trabalhos que seriam submetidos a periódicos internacionais.

O impacto das circulações locais em regiões heterogêneas da Amazônia nos transportes verticais de calor, umidade e gás carbônico.
A propriedade integradora da camada de mistura em regiões heterogêneas na Amazônia e conseguências para a extrapolação de medidas em ponto para áreas.
Estudos de casos: enfocando dias em que peculiaridades na evolução de gases traço estão associadas à evolução da camada limite planetária.
Como durante a estação seca existem uma grande possibilidade de formaçào de linhas de instabilidade na costa norte do Brasil propagando-se para oeste/sudoeste através da Bacia Amazônica (Silva Dias e Ferreira, 1992; Cohen et al, 1995), espera-se que a eventual passagem de uma linha de instabilidade possa gerar estudos sobre sua estrutura interna e sua interação com as características da superfície.

     A participação de estudantes da USP, UFPA e UFSM nas atividades de campo formando as equipes de lançamento de balões, e seu simultâneo engajamento em cada uma das instituições participantes em projetos de pesquisa de iniciação científica, mestrado e doutorado é um dos pontos importantes desta campanha. Como resultado dessa participação espera-se ter pessoal treinado e formado nos diversos aspectos ambientais da Amazônia e capacitado a atuar nessa área.

 

<< VOLTAR
3. Metodologia e Estratégia de ação